UBI contribuí com o hospital e o SNS para minimizar os impactos do COVID-19

A Universidade da Beira Interior segue trabalhando ativamente para minimizar os efeitos do novo coronavírus na Covilhã. Mesmo que até hoje (20 de março), nenhum caso do novo coronavírus COVID-19 tenha sido registrado na cidade, a instituição tem buscado formas de atuar no intuito de minimizar os efeitos causados pela pandemia.

Inicialmente a instituição buscou maneiras de reduzir os impactos na aprendizagem dos seus alunos, durante o período em que estiver fechada, distribuindo o material das aulas por meio do sistema Moodle. Outro ponto a se destacar foi que a Universidade manteve o fornecimento de alimentação aos alunos que permanecem na Covilhã. A cantina de Santo António, está em funcionamento normal no almoço – respeitando as regras de distanciamento entre pessoas – e com Take Away para o jantar, quanto na PAC os alunos tem a opção de Take Away diretamente na a recepção da residência, com pagamento pelo Cartão da UBI.

Depois, a instituição entregou aproximadamente 600 máscaras para o Centro Hospitalar Universitário Cova da Beira (CHUCB), além de ter cedido um videolaringoscópio, ecógrafos e ter colocado a disposição espaços da UBI, como o edifício do UBImedical, que poderão ser utilizados para receber doentes. Para além disso, a instituição cedeu também equipamentos de alta tecnologia para análise de amostras a outra instituição do Sistema Nacional de Saúde (SNS) que está na linha da frente do combate ao novo coronavírus.

O boletim desta sexta, 20 de março, Serviço Nacional de Saúde, sobre o COVID-19, aponta que Portugal possuí 1020 casos confirmados e outros 7732 suspeitos, além de já ter registrado seis óbitos.

Sobre brasileirosnacovilha 213 artigos
Blog de informações sobre a Covilhã e Portugal, especialmente para brasileiros que desejam informar-se sobre estudos, trabalhos e vida em terras lusas.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*