domingo, 23 de abril de 2017

Comemorações do “25 de abril” na Covilhã

  O dia 25 de abril representa o fim de um longo período ditatorial vivido em Portugal. Durante 41 anos, de 1933 até 1974, o país passou por um regime político autoritário denominado Estado Novo, fundado por António de Oliveira Salazar. O regime foi derrubado no dia 25 de abril por um grupo de militares, e com o apoio da população portuguesa, na que ficou conhecida como Revolução dos Cravos. 

Em 2017, celebra-se o 43º aniversário da Revolução do 25 de abril. Na Covilhã, a virada do dia 24 para o dia 25 será marcada por atividades como um desfile pelas ruas da cidade feito pela Banda da Covilhã, um espetáculo do grupo Criatura e a queima de fogos de artifício à meia-noite, na Praça do Município (Pelourinho). 

Oficialmente, as celebrações na Covilhã começaram no dia 21 de abril e estendem-se até o dia 1 de maio. 

Confira a programação completa abaixo:

















Bando Criatura

Formado em 2013, o bando Criatura é composto por 11 artistas que tem como base de trabalho a música tradicional portuguesa. A maior influência musical do grupo é a música do Alentejo, mas o trabalho do Criatura também destaca a música típica de diferentes regiões do país.

O primeiro disco do bando foi lançado ano passado com o nome de "Aurora".


segunda-feira, 17 de abril de 2017

Começa hoje a "Semana do Brasil" em Belmonte

Tem início hoje, dia 17, mais uma edição da Semana do Brasil na cidade de Belmonte (Portugal). O município, onde nasceu Pedro Álvares Cabral, celebra do dia 17 ao dia 21 de abril a semana de descobrimento do Brasil. Na programação, atividades culturais como cinema, literatura e gastronomia brasileira.

terça-feira, 11 de abril de 2017

Vídeo: Conheça um pouco mais sobre a Covilhã

 Nesta videorreportagem buscamos captar as principais características da Covilhã, assim como as oportunidades e formas de estudar na cidade. Contamos com o testemunho de brasileiros que residiram na Covilhã para auxiliar quem está com dúvidas acerca da cidade.

 Inscreva-se no nosso canal e receba novidades e informações necessárias para morar e estudar na Covilhã.


Dica de saúde: queda de cabelos

Nossa coluna mensal sobre dicas de saúde, fala hoje sobre queda de cabelos, seus sintomas e formas de combate. E, a partir deste mês, traz uma novidade. A Farmácia São João, em parceria com o Brasileiros na Covilhã, oferece vouchers de desconto para tratamento das enfermidades relatas em cada coluna mensal. 

Basta visitar nossa página do Facebook e verificar as promoções que a Farmácia São João separou para cada mês. Confira o artigo escrito pela Dra. Catia Pereira, técnica em farmácia:

--

A nossa “cabeleira” é composta por 120.000 a 150.000 cabelos e renova-se espontaneamente ao longo da vida. Cada cabelo cresce, morre, cai e renasce, independentemente dos outros, segundo um ciclo imutável de aproximadamente três anos nos homens e de quatro a sete anos nas mulheres.

A queda de cabelo é por isso um fenômeno que ocorre naturalmente ao longo do ciclo do cabelo e não é motivo de alarme. Apesar de ser contínuo, existe uma maior queda de cabelo fisiológica (não doença) devido às alterações climáticas. Por isso mesmo, a entrada no Outono é a época do ano com maior tendência a ocorrer, variação esta que se detecta mais facilmente em pessoas com cabelo comprido. 

O ciclo do cabelo tem várias fases. Por isso que o crescimento e a queda ocorrem de uma forma cíclica e não continua ao longo do tempo. As fases do ciclo do cabelo são a anagênese (fase de crescimento ativa, que dura entre dois a seis anos), a catagênese (fase de transição, dura uma a duas semanas e é nesta fase que o crescimento pára) e a telogênese (fase de repouso, dura dois a três meses e é nesta fase que os cabelos começam a cair sendo empurrados por novos fios de cabelo).

Como a queda do cabelo pode ter diferentes causas, podemos classificá-la em diferentes categorias:

Eflúvio capilar telogênico: é a forma comum de queda de cabelo e ocorre dois a três meses após um stress capilar significativo (em caso de doença prolongada, cirurgias ou infeções graves). Pode igualmente acontecer após uma alteração súbita dos níveis hormonais, especialmente nas mulheres após o parto. O cabelo pode cair em quantidades moderadas de todas as zonas do couro cabeludo, embora o cabelo possa parecer mais fino é raro observar-se grandes áreas de alopécia.

Efeitos secundários de medicamentos: a toma de alguns medicamentos pode causar uma queda de cabelo súbita que afeta a totalidade da cabeça (deflúvio anagénico).

Sintoma de uma doença: a queda de cabelo pode ser um sintoma de determinas doenças como por exemplo doenças da glândula tiróidea, assim como em casos de dietas muito restritas.

Infeção fúngica do couro cabeludo: determinados tipos de fungos parasitam o couro cabeludo e isso faz com que o cabelo se quebre ao nível da superfície do couro cabeludo levando a que este apresente descamação cutânea.

Alopécia areata: é uma doença em que há rejeição do cabelo como se fosse uma doença auto-imune, que causa a queda de cabelo numa ou em várias pequenas peladas.

Alopécia traumática: esta forma de queda de cabelo é causada por técnicas que puxam o cabelo (entrelaçamentos), expõem o cabelo a calor extremo e torção (ferro de frisar) ou que lesam o cabelo com substâncias químicas agressivas (descolorações e tintas)

Alopécia androgênica: este é o tipo mais comum de queda de cabelo e pode iniciar-se em qualquer altura da vida dos homens, mesmo durante o período da adolescência. Esta situação é causada por norma pela interação de três fatores, uma tendência hereditária para a calvície, as hormonas e o aumento da idade. Também acontece em mulheres desenvolver um certo grau de calvície, em que a diminuição da densidade capilar ocorre em toda a parte superior do couro cabeludo.

Algumas formas de queda de cabelo podem ser prevenidas diminuindo o nível de stress, tendo uma alimentação saudável e recorrendo a suplementos e produtos de saúde que atuam sobre o couro cabeludo, estimulando a circulação sanguínea e com ela a fase de crescimento ativo do cabelo. Para ter um cabelo mais saudável ponha em prática os seguintes cuidados:

- Aconselhe-se com o seu farmacêutico sobre os produtos mais adequados ao seu tipo de cabelo;

- Lave o cabelo com água morna;

- Retire o excesso de água antes de secar e use um secador a uma distância de 15cm e a uma temperatura média;

- Use uma escova suave;

- Evite os adornos e os penteados que causem atrito ao cabelo;

- Modere o recurso a tintas e permanentes;

- Proteja os cabelos das agressões externas (vento, sol);

- Alimente o cabelo por fora com produtos adequados e por dentro fazendo uma dieta equilibrada.

quinta-feira, 30 de março de 2017

Banda da Covilhã organiza Festa da Primavera neste sábado

Imagem: Divulgação/Banda da Covilhã
Celebrar a primavera ao som de instrumentos de sopro e percussão. Assim a Banda da Covilhã quer brindar a nova estação no sábado, dia 1º de abril, em sua sede, junto ao Jardim Público. 

Em palco estarão músicos das variadas idades que farão seus recitais a partir das 15 horas. 

Os presentes poderão acompanhar apresentações de flauta, fagote, oboé, clarinete, saxofone, trompete, trompa, trombone, tuba, eufônio, percussão, piano e canto. 

O encerramento da festa fica a cargo da Orquestra 1º Sons, sob a regência do Maestro Paulo Mota.

A noite, para fechar o dia, em parceria com o núcleo de estudantes do curso de Cinema da Universidade da Beira Interior, está prevista uma sessão de filmes mudos que serão acompanhados pelo piano de Renato Folgado e convidados. 

Ambas as atividades tem entrada livre para toda comunidade covilhanense. 

quarta-feira, 29 de março de 2017

Dúvidas frequentes: candidaturas aos cursos da Universidade da Beira Interior

A cada novo ano letivo, vagas em todos os ciclos são colocadas à concorrência pública na Universidade da Beira Interior, aqui na Covilhã

E, esse post tem o intuito de agrupar as principais dúvidas relacionadas a essas candidaturas enviadas pelos candidatos através da nossa página no Facebook.

Uma dessas principais dúvidas, e que está relacionada com todos os ciclos de candidatura, fala sobre a obrigatoriedade dos documentos serem apostilhados com a Apostila de Haia. Desde o ano passado o Brasil aderiu a convenção e essa é a forma mais simples de reconhecer um documento em outro país que também faça parte da convenção. Você pode saber mais sobre a convenção e consultar o cartório mais próximo de sua casa que coloque a Apostila de Haia, neste link.

nesta página, você encontra uma relação com outras dúvidas frequentes que podem auxiliá-lo desde a pré-viagem até a chegada na Covilhã. Dúvidas extras e sugestões podem ser encaminhadas para contato@brasileirosnacovilha.com ou por mensagem no Facebook do blog.

________________________________________________________________________________


Prazo de candidaturas - 1ª fase: 20 de março a 30 de junho de 2017

Resultados - 1ª fase: 06 de julho

Início das aulas: 18 de setembro

Valor da candidatura: 30 euros, pagável por PayPal

Documentação obrigatória: Passaporte ou Identidade, Comprovante de conclusão do Ensino Médio com a Apostila de Haia e printscreen em pdf do boletim do ENEM.

Curso de Medicina: Por decisão governamental, o curso de Medicina não tem oferta de vagas para estudantes internacionais.

--


Prazo de candidaturas - 1ª fase:  07 de março a 25 de maio de 2017

Resultados - 1ª fase: 08 de junho

Início das aulas: 18 de setembro

Valor da candidatura: 15 euros, pagável por PayPal

Documentação obrigatória: Passaporte ou Identidade, Curriculum Vitae na Plataforma Europass ou Lattes, Diploma e Histórico da Graduação com a média final, ambos com a Apostila de Haia.

--


Prazo de candidaturas - 1ª fase: 13 de março a 09 de junho de 2017

Resultados - 1ª fase: 16 de junho

Início das aulas: 18 de setembro

Valor da candidatura: 15 euros, pagável por PayPal

Documentação obrigatória: Passaporte ou Identidade, Curriculum Vitae na Plataforma Europass ou Lattes, Diploma e Histórico do Mestrado com a média final, ambos com a Apostila de Haia.

Conheça um pouco mais da Covilhã no vídeo abaixo:

terça-feira, 28 de março de 2017

Espanha e Romênia são os premiados do 21º Ciclo de Teatro Universitário da Beira Interior

Apresentação da peça "Sangue e Outras Substâncias" (TeatrUBI/ ASTA)
durante o último dia do evento. Foto: Fábio Giacomelli
O 21º Ciclo de Teatro Universitário da Beira Interior chegou ao fim nessa segunda-feira, dia 27, após duas semanas de apresentações nacionais e internacionais de 12 companhias de teatro. Oriundas de Portugal, Espanha, Brasil e Romênia, as peças abordaram os mais diversos temas, mas com destaque à crítica social. 

Organizado pelo Grupo de Teatro da Universidade da Beira Interior (TeatrUBI) e pela Associação de Teatro e outras Artes (ASTA), o Ciclo contou pela primeira vez com uma peça vinda da Romênia. Segundo o diretor do festival, Rui Pires, trazer peças de países diferentes e que nunca estiveram na Covilhã é um dos intuitos do Ciclo. 

O último dia do 21º Ciclo de Teatro Universitário da Beira Interior ainda foi marcado pela comemoração do Dia Mundial do Teatro e pela entrega dos prêmios às melhores peças de acordo com júri especializado e escolha do público. 

Melhores Peças (escolha do júri):
Lorca en la Suite de los Espejos (Grupo de Teatro y Danza de la Universidad de Granada – Espanha)
Cousas que Trouxo a Chuvia (Grupo de Teatro da Universidad de Santiago de Compostela – Espanha)

Melhor Peça (escolha do público):

El Hotel de los Suicidas (Arte 4 – Estudio de Actores – Madrid, Espanha)

Melhor Interpretação Masculina
Bogdan Gontineac - The Glass (Facultatea de Teatru si Televizine Universitatea Babes-Bolyai – Romênia)

Veja reportagens em vídeo sobre o evento:

Dramático e Ela Se Acha (Infinity Dance - Brasil)

Cenário Interior (TeatrUBI/ ASTA) e The Glass (Universitatea Babes-Bolyai - Romênia)