Formas de encontrar emprego em Portugal

Portugal é o país dos sonhos para cada vez mais brasileiros. De acordo com dados de 2019 do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), em um ano o número de pessoa vindas do Brasil para Portugal aumentou 43%. São cerca de 150 mil residentes brasileiros no país, o maior número de todos os tempos.

Segundo reportagem do jornal Observador, o perfil dos cidadãos brasileiros que vem para Portugal está cada vez mais diversificado. No início dos anos 2000, a imigração brasileira — com uma presença constante em Portugal especialmente desde os anos 80 — estava focada no trabalho e tinha perspectivas de regressar ao Brasil. Nos últimos anos, nota-se a chegada de pessoas com objetivo de continuar a formação acadêmica. São graduados que vem para fazer mestrado ou doutorado nas universidades portuguesas, que passaram a desenvolver programas para recepção de estudantes brasileiros.

Com perspectivas de retornar ao Brasil cada vez menores, os brasileiros buscam criar vínculos em Portugal através do emprego e do estabelecimento da família em terras lusas.

Encontrar emprego

Estrangeiros podem trabalhar em Portugal desde que sigam algumas especificações como obter a autorização para exercer atividade remunerada junto ao SEF. Essa autorização é facilitada no caso de pessoas que possuem contrato de trabalho ou recebem a Autorização de Residência (AR) como agregado familiar de um portador de visto principal como trabalhador ou estudante.

Estudantes de mestrado, ou licenciatura, só podem exercer alguma atividade remunerada com a autorização do SEF, seja através de um contrato de trabalho, estágio ou emissão de Recibos Verdes (no caso de trabalhadores autônomos).

Em Portugal existe uma instituição chamada Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), que possui função semelhante ao SESC e SENAC no Brasil. Como o nome refere, trata-se de uma entidade governamental destinada ao cadastro de pessoas que buscam emprego e oferece uma série de cursos de capacitação profissional.

Para fazer o cadastro junto ao IEFP é necessário ir até o Centro de Emprego da cidade onde reside, com autorização do SEF para trabalhar, em alguns casos é preciso o Número de Identificação de Segurança Social (NISS) – entretanto esse número só é fornecido para quem já teve algum contrato de trabalho ou exerceu atividade com emissão de Recibos Verdes – o cartão de Autorização de Residência e certificados de habilitações.

Cursos de capacitação profissional com auxílio financeiro

O IEFP oferece cursos de capacitação em diversas áreas. A maior parte deles sem custo para o aluno e com uma Bolsa de Formação, na qual o formando recebe €1,68 por hora de curso e um auxílio alimentação de €4,77 por dia, se participar de, no mínimo, três horas de aula.

Além do IEFP, outras instituições também possuem banco de dados para pessoas que procuram emprego e oferecem capacitações profissionais. É o caso da Modatex – Centro de Formação Profissional da Indústria Têxtil, Vestuário e Lanifícios, que possui centros em Barcelos, Covilhã, Lisboa, Lousada, Porto e Vila das Aves.

A Modatex é uma entidade cuja maior parte dos cursos estão voltados para a área da moda e indústria têxtil. Porém, também possui algumas ofertas nas área de gestão, marketing e idiomas. Os cursos fomentados pela Modatex, na sua maioria, são gratuitos, alguns com fornecimento de Bolsa de Formação, mas a instituição também possui capacitações pagas.

Empresas de Recrutamento

Em Portugal, muitas companhias preferem contratar os seus profissionais através de empresas privadas de recrutamento. Essas entidades possuem banco de dados próprios com as habilidades profissionais das pessoas inscritas. As instituições de recrutamento também oferecem cursos de capacitação para seus credenciados, porém não são gratuitos.

Algumas das empresas de recrutamento e seleção presentes em Portugal são:

Michael Page: uma das mais reconhecidas a nível mundial. Está presente em 35 países.

– Hays: assume-se como líder mundial em recrutamento de profissionais qualificados e especializados. Está presente em 33 países e atua com mais de 20 áreas de especialidade.

– ManPower: com mais de 60 anos de existência, possui mais de quatro mil agências espalhadas pelo mundo.

– Randstad: uma das empresas líderes em Portugal, presente em mais de 40 países e fornece opções desde trabalhos temporários, consultoria, outsourcing, formação, recrutamento e seleção.

– Adecco: também é uma das gigantes a nível mundial.

– Kelly Servives: criada em 1946, assume-se como líder em gestão de recursos humanos, colaborando com o emprego de 500 mil pessoas por ano.

– Synergie: de origem francesa, desenvolve sua atividade há mais de 40 anos e está presente em 15 países.

Mercuri Urval: Criada na Suécia, oferece serviços em áreas de recrutamento e gestão de talento. Está presente em 25 países.

– Talenter: de origem portuguesa, tem uma vasta lista de serviços que vão desde o recrutamento, à consultoria de gestão de talentos e formação profissional.

– Multipessoal: também é um empresa portuguesa. Criada em 1993, atua nas áreas de trabalho temporário, outsourcing, formação e consultoria.

– Vertente Humana: empresa portuguesa que presta serviços na área de recursos humanos, respondendo às necessidades de cada empresa e promove a empregabilidade. 

– Beira Labor: tem como objetivo promover a empregabilidade na região interior de Portugal. Oferece serviços de outsourcing e de trabalho temporário.

Websites para busca de empregos

Sapo.pt

NetEmpregos.pt

AlertaEmprego.pt

Jobrapido.pt

Sobre brasileirosnacovilha 214 artigos
Blog de informações sobre a Covilhã e Portugal, especialmente para brasileiros que desejam informar-se sobre estudos, trabalhos e vida em terras lusas.

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*