segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Governo de Lisboa cria balcão de serviços exclusivo para estudantes estrangeiros

Cordeiro (à esquerda) em coletiva de apresentação do projeto. Foto: CML
Em novembro, a Câmara Municipal de Lisboa irá inaugurar um balcão de atendimento para estudantes estrangeiros. A iniciativa faz parte do projeto "Study in Lisbon" e foi criada em parceria com os Serviços de Estrangeiros e Fronteiras (SEF). O balcão será especializado na solução de questões burocráticas de estudantes estrangeiros que residem na região.

De acordo com o vice-presidente da Câmara de Lisboa, Duarte Cordeiro (PS), o setor funcionará como uma espécie de "Loja do Cidadão para estudantes estrangeiros" onde será possível tratar de vistos, passaportes e atestados de residência. 

O "Study in Lisbon Lounge" ficará situado na Avenida das Forças Armadas, o projeto tem como objetivo "servir de veículo promocional à captação de estudantes internacionais e investigadores", comenta Cordeiro. 

Portugal possui 34 mil estudantes internacionais no ensino superior

Nos últimos cinco anos, Portugal viu sua comunidade de alunos estrangeiros no ensino superior aumentar de 19 mil para 34 mil. Segundo levantamento feito pela Direção-Geral das Estatísticas Ensino Superior e Ciência, a maior parte dos estudantes internacionais vem do Brasil e de Angola, seguidos por Cabo Verde, Guiné Equatorial, São Tomé e Príncipe, Moçambique e outras 194 nações. 

Na Covilhã, o número de alunos estrangeiros na Universidade da Beira Interior (UBI) já passa dos 600 com expectativa de alcançar os 1 mil entre 2016 e 2017. 

Com informações dos jornais Público e Correio da Manhã.

2 comentários:

  1. Gostaria de trabalhar em Portugal e cursar Mestrado.Aguardo resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Jones! Se você vem para estudar, não pode trabalhar legalmente. Se vier trabalhar, deve ter um contrato prévio, para conseguir um visto.

      Excluir