sábado, 16 de maio de 2015

Portugal: algumas razões para visitar (e estudar)

O blog erasmusu.com fez um post com 28 razões para você (não) visitar Portugal. Com legendas que contradizem as belezas dos lugares, o blog faz uma brincadeira para, no final, apontar que a terra natal de Pedro Álvares Cabral é, hoje, um dos melhores lugares do mundo para se visitar.

E nós pegamos carona neste post do Erasmusu, para trazer aqui no Brasileiros na Covilhã 10 escolhas nossas que não estão, necessariamente, entre as 28 razões apontadas por eles, para realmente vir para Portugal. Quem quiser acessar o post completo no blog do Erasmusu, basta clicar aqui.

Se você se encantar com as belezas, pode aproveitar que a UBI ainda está recebendo candidaturas para mestrado (até 28 de maio) e doutorado (até 11 de junho). Aqui neste post você fica sabendo mais detalhes. Nesta publicação, nós contamos para você os custos para viver aqui na Covilhã. E aqui, você encontra um tutorial para fazer a sua candidatura na UBI. E dando uma visita nas outras postagens, você encontra como revalidar seu diploma na volta ao Brasil, como funciona o atendimento de saúde para estrangeiros na Covilhã entre outros.

Porém, agora, é hora de começarmos a nossa viagem pelos 10 motivos que o Brasileiros na Covilhã recomenda que você conheça Portugal.

1. Serra da Estrela. Claro que nosso ponto de partida será a cidade da Covilhã. Que está localizada junto a Serra da Estrela, na região central de Portugal. A Serra da Estrela é uma cadeia montanhosa e onde se encontram as maiores altitudes de Portugal Continental. A "torre", localizada no cume da serra, está a 2 mil metros acima do nível do mar.














2. Torre de Belém. Localizada na margem direita do rio Tejo, na freguesia de Belém, teve sua conclusão em 1519 e é Patrimônio Mundial pela UNESCO desde 1983. Foto: Paulo Benittes


3. Pastéis de Belém. Ainda na freguesia de Belém, em Lisboa, é impossível deixar de provar os tradicionais Pastéis de Belém. Feito com uma massa folhada fina e crocante recheados com um delicioso creme doce.















4. Vinho do Porto. O Vinho do Porto é um vinho natural e fortificado, produzido exclusivamente a partir de uvas tintas provenientes da Região Demarcada do Douro. Foto: Adriano Miranda


















5. Francesinha. Prato típico da cidade do Porto. Há hoje muitas variedades de francesinha. A mais típica leva uma fatia de pão de forma, depois um bife grelhado, fiambre, paio, linguiça (opcional), torna a levar outra fatia de pão que é coberta com muito queijo e um ovo estrelado, vai ao forno e no fim leva o molho de francesinha fervido. Foto: EV-Essência do Vinho/UNICER






















6. Praias do Algarve. As praias do sul de Portugal, na região do Algarve, foram eleitas como um dos melhores destinos praianos da Europa. Com belíssimas paisagens, como a Praia da Marinha (foto abaixo, registrada por Joel Santos), a Praia de Benagil, a Praia do Tonel, a Praia do Odeceixe, entre outras.


















7. Casa do Penedo. A Casa do Penedo situa-se no concelho de Fafe, Seu nome se deve ao fato de ter sido construída entre quatro rochas de grandes dimensões que integram a própria estrutura da casa. A sua construção foi iniciada em 1974 e durou cerca de dois anos, tratando-se de uma residência rural, utilizada pelos seus proprietários como destino de férias. Foto: Américo Rui Pacheco


















8. Aveiro. A "Veneza Portuguesa". É cortada por um canal e é tida como um dos destinos mais encantadores do país, graças aos seus coloridos moliceiros, aos edifícios em tons pastel de estilo Arte Nova e à sua tranquila atmosfera urbana – um cenário ideal para as suas férias. Foto: José Silvestre Silva


















9. Coimbra. Uma cidade historicamente universitária, por causa da Universidade de Coimbra (foto), uma das maiores universidades de Portugal, que foi fundada em 1290 por D. Dinis e que conta com cerca de 30 mil estudantes. É considerada uma das mais importantes cidades portuguesas, devido a infraestrutura, organizações e empresas, além da sua importância histórica. Foto: Paulo Novais/EPA



















10. Fado. Claro que a tradicional música portuguesa não poderia ficar fora desta lista. O fado foi elevado à categoria de Patrimônio Oral e Imaterial da Humanidade pela UNESCO em 2011 e é geralmente é cantado por uma só pessoa (fadista) e acompanhado por guitarra clássica (nos meios fadistas denominada viola) e guitarra portuguesa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário