quarta-feira, 8 de abril de 2015

Como revalidar o diploma obtido no exterior, no retorno ao Brasil


Imagem ilustrativa:http://pixshark.com/
Todo estudante brasileiro que realiza a graduação, ou pós-graduação, no exterior deve solicitar o processo de revalidação do diploma quando retorna ao Brasil. Esse processo pode ser feito em qualquer universidade brasileira, pública ou particular, credenciada pelo Ministério da Educação (MEC) e com cursos, semelhantes aos cursados no exterior, reconhecidos pela CAPES. 

 No Brasil a lei que orienta o processo de revalidação de diplomas obtidos no exterior é a Lei Federal nº 9.394 de 1996, na qual fica a cargo das universidades públicas, que tenham curso do mesmo nível e área ou equivalente, a revalidação dos diplomas de graduação. Para reconhecimento de diplomas de pós-graduação strictu senso – mestrado e doutorado – tanto universidades públicas quanto particulares podem realizar o processo. Desde que tenha cursos na mesma área, ou equivalente, avaliados e aprovados pela CAPES. 

* Está prevista uma alteração na regra do CNE para o número de pedidos de revalidação que o portador de diploma pode fazer. Até fevereiro deste ano não havia limite para o aluno pedir a revalidação do diploma, mas a nova regra defende que o estudante só possui duas chances para pedir a revalidação. Caso seja negada na primeira tentativa. A resolução ainda depende da aprovação do MEC. SAIBA MAIS.

O que é necessário fazer para revalidar o diploma

 As universidades costumam ter regulamentos e critérios próprios para a revalidação dos diplomas obtidos no exterior. No entanto, alguns itens são solicitados pela maioria delas. 

- Autenticar todos os documentos (diploma, tese, dissertação, etc.) na embaixada brasileira no país onde estudou 
- Requerimento de revalidação (cada universidade possui modelo próprio)
- Cópia do diploma (deve ser apresentada com o original ou autenticada)
- Cópia do Histórico Escolar para graduação (deve ser apresentada com o original ou autenticada)
- Exemplar da tese, dissertação ou trabalho equivalente para pós-graduação 
- Pagamento de uma taxa que pode variar entre R$900 e R$1.600.
- A documentação deve ser entregue pessoalmente pelo interessado ou por representante legal. 

USP já revalidou três diplomas fornecidos pela UBI 

  A Universidade de São Paulo, uma das melhores da América Latina, já reconheceu três diplomas fornecidos pela UBI. De acordo com o representante da Seção de Revalidação de Diplomas e Legislação da USP, José Eduardo Silva, desde 2001 a universidade já recebeu cinco pedidos de revalidação provenientes de alunos da UBI. “Costumamos receber bastante pedidos de revalidação ou reconhecimento de pessoas que estudaram em Portugal. No caso específico da Universidade da Beira Interior, foram cinco nos últimos anos, três já aprovados e registrados e dois em andamento” comenta Silva. 

Dos diplomas já revalidados, José Eduardo Silva destaca que dois são de mestrado e um de graduação.

* Atualizado às 22h26min. 

3 comentários:

  1. Olá, também estudo na UBI, estou terminando mestrado em cinema. Espero começar o processo de validação ainda esse ano. Fico mais aliviado por saber das validações na USP, pois estou realmente preocupado.

    Se tiverem mais informações, postem, por favor.

    Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Futuramente quem está entrando agora e se forma daqui a 5 anos a previsão é que a revalidação fique mais fácil? E o fato de Engenharia Civil ter mestrado integrado pode afetar na revalidação?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Novas regras para revalidação estão sendo postas em prática. Aos poucos vamos atualizar aqui. Quanto a Engenharia Civil, creio que você vai precisar revalidar o diploma de graduação e mestrado, separadamente.

      Excluir